Piauí Magazine


Artesãos são minoria na Central de Artesanato

texto: Elinara Barros

A Central de Artesanato Mestre Dezinho é um dos principais pontos de venda do artesanato em Teresina. Porém, o local é constituído basicamente por revendedores das peças artesanais e não por artesãos. São no total de 32 box, no quais 3 são administrados pelo governo estadual para a recepção de peças artesanais do interior do Piauí e os outros são administrados por particulares compostos por lojistas e a minoria por artesãos.

A Instituição foi criada ainda na década de 1980. Paralelamente a sua criação, foi concebido o Programa de Desenvolvimento do Artesanato (PRODART), cujo o objetivo é fomentar a produção e comercialização das peças do artesanato piauiense.

Segundo a Jussara Lacerda, diretora administrativa do PRODART, não existiu uma seleção apurada na divisão dos box. “Quando foi aberta a Central de Artesanato, as lojas foram disponibilizadas a partir da demanda existente na época”, afirma a diretora.

Questionados sobre o assunto, os vendedores preferem não comentar, porém a maioria confirma ser apenas funcionário de algum lojista. Eles afirmam que as peças compradas em Teresina e trazidas de algumas cidades do interior do Estado.

Diante dessa situação, atualmente qualquer loja que ficar disponível será ocupada através de licitação. Jussara explica que as associações de artesãos têm prioridade na ocupação nas lojas vagas. “Se tiver algum espaço vago, a licitação será prioritariamente realizada entre as associações”, garante.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: