Piauí Magazine


Cada um no seu quadrado: homens frequentadores de salão de beleza preferem espaços separados dos das mulheres
novembro 19, 2009, 6:48 pm
Filed under: Notícias | Tags: , , ,

texto: Aline Leal
fotos: divulgação

Não é novidade que depilação, coloração e manicure deixaram de ser assuntos só de mulher. Fátima Souza, consultora de beleza e dona de um centro de estética, acredita que o preconceito contra homens que fazem tratamentos de beleza aos poucos está chegando ao fim. “O que se percebe é que a vaidade masculina está sofrendo menos preconceito devido à evolução natural de certos valores antiquados. Os homens passaram a ter mais cuidado com o próprio corpo sem se envergonhar disso”, revela.
 
Agora que a maioria dos homens já deu um “chega pra lá” no preconceito, eles querem um espaço onde possam estar à vontade, de preferência apenas na companhia de homens.  E só agora os barbados teresinenses podem ter um espaço no salão pra chamar de seu. Em Teresina, duas clínicas de estética têm uma área só para eles e os salões de beleza têm notado que precisam separar por gênero os seus clientes. Marcelo Alves, dentista, diz que não tem vergonha assumir que vai ao salão ao menos uma vez por mês, no entanto já escolheu um que tem espaços de homens e mulheres separados. “É constrangedor estar fazendo a unha e ver entrar aquela gata, você se sente numa situação vulnerável, muito diferente de apenas dizer que vai ao salão” conta o dentista.

Homens teresinenses começam a frequentar mais de centros de beleza, porém preferem ambientes próprios para o sexo masculino

Daniel Almeida, cabeleireiro, diz que percebeu que quando havia apenas clientes do sexo masculino no salão, eles tiravam mais suas dúvidas e até faziam mais serviços. “Quando entrava uma mulher, eles procuravam apressar o serviço”, lembra Daniel, que agora atende em um espaço exclusivo para homens. Ele acrescenta que ainda há clientes que quando atentem o telefone no salão dizem que estão no supermercado ou no escritório, mas mesmo assim depois que ele dividiu o salão em espaço masculino e feminino o número de clientes do sexo masculino está cerca de quatro vezes maior que antes da modificação. 


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: